Enviado especial da ONU encerra visita ao Iêmen
BR

14 maio 2015

Ismail Ould Cheikh Ahmed chegou ao país poucas horas antes do início da pausa humanitária; ele citou redução nas operações militares no país mas demonstrou preocupação com algumas violações do acordo.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O enviado especial do secretário-geral da ONU para o Iêmen, Ismail Ould Cheikh Ahmed, concluiu nesta quinta-feira sua primeira visita ao Iêmen.

Ahmed chegou ao país horas antes do início da pausa humanitária, nesta terça-feira, em que todas as partes envolvidas nos conflitos concordaram em respeitar.

Operações Militares

O representante do secretário-geral citou uma redução nas operações militares mas, ao mesmo tempo, demonstrou profunda preocupação com as violências esporádicas que ocorreram.

Ele pediu a todos os lados que cumpram o acordo e suspendam as hostilidades pelo restante do período de cinco dias para facilitar a entrega de ajuda humanitária.

Ahmed disse que os iemenitas por todo o país estão “enfrentando níveis trágicos de sofrimento e violência nos últimos meses”. Segundo o enviado especial, a pausa humanitária é importante para dar a eles tempo para que busquem assistência médica e recebam a ajuda que precisam.

O representante da ONU afirmou que para as Nações Unidas entregarem a ajuda é importante que todas as partes garantam às agências humanitárias e parceiros passagem segura e acesso por todo o país.

Ahmed pediu que os lados em conflito evitem operações que possam minar a segurança nos aeroportos, portos e estradas. Ele quer ainda a suspensão do atual embargo que proíbe a importação de combustível, alimentos e remédios.

Leia Mais:

Subsecretária-geral da ONU saúda início da pausa humanitária no Iêmen

Enviado da ONU realiza consultas com representantes de várias partes no Iémen

ONU pronta para entregar ajuda no Iêmen