OMS diz que maiores hospitais de Katmandu seguem funcionando

14 maio 2015

Segundo a Organização Mundial da Saúde, OMS, os terremotos no Nepal não interromperam os serviços nos maiores hospitais públicos de Katmandu.

Os tremores e contínuas réplicas destacam a importância de ações da agência e do Ministério da Saúde e População em mais de uma década. O objetivo é garantir que hospitais-chave, instalações médicas e trabalhadores de saúde estejam prontos e capazes de funcionar bem em casos de emergência ou desastre natural.

Até o momento, há relatos de que mais de 8 mil pessoas morreram e de que o número de feridos nos terremotos ultrapasse 19 mil.

No Nepal, parte central dos planos de emergência foi o preparo dos hospitais, que envolveu reparos de fissuras em paredes, cinturões sísmicos e fortificação dos telhados.

Confira mais informações com Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York, para o Jornal da Globo News.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud