Acnur vê como avanço proposta para migração da União Europeia
BR

13 maio 2015

Agenda foi anunciada nesta quarta-feira; agência da ONU quer rápida adoção das medidas.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.*

O Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, elogiou as propostas da Comissão Europeia para lidar com os milhares de migrantes e refugiados chegando ao continente pelo Mediterrâneo.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira. As propostas incluem medidas reforçadas para salvar vidas no mar, melhores mecanismos para permitir entrada legal na União Europeia de pessoas fugindo de guerras, e prevê uma redistribuição de refugiados.

Grande Avanço

As propostas também contêm medidas para abordar alguns dos fatores que estão levando as pessoas às mãos dos contrabandistas, incluindo condições de desespero que muitos refugiados enfrentam em países de primeiro asilo e trânsito.

Segundo o alto comissário assistente da agência, Volker Turk, “os planos da União Europeia representam um grande avanço em termos de gestão dos fluxos de refugiados e migração”.

Ele afirmou ser “extremamente importante e vital, para a finalidade urgente de salvar vidas, que estas medidas sejam acolhidas rapidamente e plenamente implementadas”.

Segundo o Acnur, níveis recordes de deslocamento global a partir de guerras e conflitos na Síria, no Iraque, no Chifre da África e em outras regiões da África subsaariana, junto com a insegurança na Líbia e outros fatores, geraram um grande aumento no número de refugiados tentando entrar na Europa pelo mar.

Números

Um recorde de 219 mil pessoas atravessaram o Mediterrâneo em 2014 em barcos de contrabandistas e 3.500 morreram. Muitas dessas pessoas eram refugiadas fugindo de guerras e perseguição.

Até o momento, em 2015, cerca de 62,5 mil pessoas fizeram a travessia e pelo menos 1,8 mil morreram.

Volker Turk afirmou que a solidariedade entre Estados-membros da União Europeia é a única forma de um problema desta natureza ser combatido”. Ele disse que o Acnur está “muito satisfeito em ver esse princípio reconhecido nas propostas apresentadas nesta quarta-feira”.

O alto comissário assistente afirmou que a agência da ONU está “pronta para fornecer aos países membros toda a ajuda de que é capaz na realização desses objetivos”.

*Apresentação: Edgard Júnior.

Leia Mais:

União Europeia irá adotar nova agenda sobre migração

Acnur apela a governos que continuem operações para salvar vidas em alto mar

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud