Missão da ONU pede investigação de ataque mortal de navio turco na Líbia

11 maio 2015

Um marinheiro foi morto e vários tripulantes ficaram feridos na ação; operação de paz pede aos militares de tomem medidas para evitar alvejar alvos civis durante os confrontos.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A Missão das Nações Unidas na Líbia, Unsmil, condenou esta segunda-feira o ataque a um navio turco ao largo da costa da Líbia. Um marinheiro foi morto e vários tripulantes ficaram feridos no incidente.

Em nota, a missão lamenta a perda de vidas e apela a uma investigação completa das circunstâncias que envolvem o ataque na noite de domingo.

Tobruk

Agências de notícias citam o Ministério das Relações Exteriores da Turquia a anunciar que o navio foi alvo de fogo de artilharia e aéreo próximo do porto oriental de Tobruk.

Entretanto, os relatos referem que as autoridades líbias disseram que não aprovavam a sua aproximação à costa.

A Unsmil exorta cautela às partes militares da Líbia ao conduzirem as suas operações. A outra recomendação é que estas tomem todas as medidas necessárias para evitar atingir pessoas e alvos como instalações civis no conflito.

*Apresentação: Denise Costa.