Unfpa: parteiras fazem diferença para cerca de 300 mil mulheres ao ano
BR

5 maio 2015

Número para crianças seria dez vezes maior; Dia Internacional da Parteira é celebrado esta terça-feira, 5 de maio.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo de População das Nações Unidas, Unfpa, afirmou que as parteiras podem ser a diferença entre a vida e a morte para cerca de 300 mil mulheres por ano. Em relação às crianças o número por ser 10 vezes maior.

A agência afirma ainda que, além dos cuidados com as mulheres durante e após o parto, as parteiras fornecem ampla assistência. Entre elas, estão a promoção dos direitos de mulheres e meninas, cuidado em emergências humanitárias, treinamento e aconselhamento em planejamento familiar e saúde reprodutiva.

Mortalidade

No entanto, de acordo com o Ufpa, há grande escassez de parteiras em todo o mundo. A agência, junto com uma rede de 30 parceiros, trabalha em escala global, regional e nacional para aumentar esses serviços.

O Dia Internacional da Parteira é celebrado esta terça-feira, 5 de maio. Em mensagem sobre a data, o diretor-executivo do Unfpa afirmou que a mortalidade materna caiu em cerca de 50%, de estimativas de 523 mil em 1990 para 289 mil na última contagem.

Babatunde Osotimehin declarou que este avanço é bem-vindo mas, não é suficiente. Segundo ele, cerca de 800 mulheres continuam morrerendo todos os dias por complicações na gravidez e no parto.

Treinamento

O chefe do Unfpa afirmou que é preciso fazer mais, começando com treinamento e mais parteiras.

Segundo a agência, evidências mostram que parteiras que são treinadas e regulamentadas em padrões internacionais podem fornecer 87% do cuidado essencial necessário por mulheres e seus recém-nascidos.

O Fundo pede mais investimentos para aumentar o número de parteiras e aprimorar a qualidade e o alcance de seus serviços. Para o chefe do Unfpa, “forte compromisso político e investimentos em parteiras são necessários para salvar milhões de vidas todos os anos”.

Escola

Babatunde Osotimehin afirmou que a agência vai continuar apoiando a profissão de parteira, saúde reprodutiva e sexual e direitos reprodutivos para todas as mulheres.

O Unfpa financia mais de 250 escolas específicas com livros, equipamentos e professores e ajudou a treinar mais de 15 mil parteiras em todo o mundo.

A agência apoia a profissão de parteira em mais de 70 países. Em 2014, o Fundo ajudou a lançar programas de bacharelado na área no Afeganistão, em Burquina Fasso, na Somália e em Zâmbia.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud