Pnud destaca construções seguras em casos de terramotos no Nepal

4 maio 2015

Após o terramoto de 1998,  o governo do  país buscou criar um código nacional de construção, com apoio da agência da ONU;  segundo especialista da agência,  “avaliações iniciais parecem indicar que a maioria das construções destruídas eram anteriores à formulação e implementação do código de construção segura, ou não aderiram a ele”.

Laura Gelbert, da Rádio ONU  em Nova Iorque.

Segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud, a "coreografia brutal do terramoto de sábado, 25 de abril, no Nepal traz lições importantes sobre regras de construção".

Após o terramoto de 1988,  o governo nepalês procurou criar um código nacional de construção, com apoio da agência da ONU. Apesar do cumprimento eficaz  da norma ainda ser um desafio,  a defesa de construção melhor pode ter feito a diferença no caso recente no país.

Construções Resilientes

Segundo Ramraj Narasimhan, especialista em redução do risco de desastres da agência da ONU, "é muito cedo para saber se estas ações contribuíram para minimizar a perda de vidas e propriedades no terramoto recente".

No entanto, ele afirmou que "avaliações iniciais parecem indicar que a maioria das construções destruídas eram anteriores à formulação e implementação do código de construção segura, ou não aderiram a ele".

O especialista declarou ainda que o objetivo no momento é tentar garantir que nenhuma vida seja perdida, ao ser certificado que toda infraestrutura, especialmente moradia, seja construída de forma melhor e seja resiliente para suportar terramotos e outros desastres naturais.

A implementação de um  sistema eletrónico de permissão de construção,  em duas cidades no vale de Katmandu, tornou a aplicação do código mais fácil. O desenvolvimento deste sistema teve o apoio do Pnud.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud