Entrevista: Guiné-Bissau tem "oportunidade histórica" para avançar

22 abril 2015

Na primeira visita à Guiné-Bissau após a Mesa Redonda de Bruxelas, o embaixador do Brasil junto à ONU falou do compromisso de países-membros das Nações Unidas com o futuro do país.

António Patriota esteve até esta quarta-feira em Bissau, onde disse estar otimista com a retoma de  projetos da comunidade internacional depois do golpe de Estado de 2012 no país.  O diplomata preside a Estratégia para a Configuração da Paz da ONU para a Guiné-Bissau.

Na capital guineense, Patriota encontrou-se com o presidente José Mário Vaz, o primeiro-ministro Domingos Simões Pereira.

Acompanhe a entrevista concedida ao Escritório  Integrado das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau, Uniogbis.

Tempo total: 6'00".