Cruz Vermelha prepara voos de emergência para entregar ajuda ao Iêmen
BR

6 abril 2015

Entidade recebeu permissão para pousar no país aviões carregando medicamentos e equipes de apoio à emergência humanitária; segundo Cruz Vermelha, cerca de 500 pessoas podem ter morrido apenas nas duas últimas semanas.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha conseguiu permissão para pousar, no Iêmen, aviões carregando ajuda humanitária, incluindo funcionários e medicamentos.

A entidade destaca que o Iêmen enfrenta uma emergência humanitária, com intensificação dos conflitos no porto de Áden, sul do país, enquanto tropas do governo lutam contra os combatentes houthis.

Feridos

Cerca de 500 pessoas foram mortas no país apenas nas duas últimas semanas, segundo a nota da Cruz Vermelha. A organização está despachando um avião de carga com “medicamentos vitais” e outro pequeno avião de passageiros com trabalhadores humanitários.

São 48 toneladas de medicamentos e kits cirúrgicos a caminho, suficientes para tratar até 3 mil pessoas. A Cruz Vermelha também está pronta para enviar tendas de abrigo e geradores de energia.

Ataques

Oito combatentes houthis teriam morrido num ataque aéreo nos subúrbios da cidade de Saadah, norte do país. O local é casa do movimento muçulmano xiita, que deixou a região das montanhas há seis meses para tentar controlar a capital iemenita, Sanaa, segundo a nota da entidade.

Citando autoridades locais, a Cruz Vermelha explica que ataques aéreos atingiram unidades militares e de defesa na costa do Iêmen, próximo ao porto de Hodaida, no Mar Vermelho.

Um ataque também atingiu uma ponte na rota sul para o Aden, aparentemente tentando bloquear os houthis de mandar reforços aos seus combatentes que estão na cidade.

A Cruz Vermelha continua esperando autorização para enviar de barco uma equipe cirúrgica a Aden. A organização já pediu um cessar-fogo de 24 horas na cidade, ou uma “pausa humanitária”.

Leia Mais:

Conselho de Segurança debate situação no Iêmen

Aumenta número de crianças mortas ou mutiladas no Iémen, diz ONU

Alto comissário "alarmado" com rápida piora da situação no Iêmen

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud