Ex-chanceler brasileiro é nomeado para painel de alto nível sobre ebola
BR

2 abril 2015

Celso Amorim será um dos participantes em grupo que abordará resposta global a crises na área de saúde; anúncio foi feito nesta quinta-feira.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O ex-ministro das Relações Exteriores e da Defesa do Brasil, Celso Amorim, foi nomeado nesta quinta-feira para um painel de alto nível das Nações Unidas sobre a resposta global a crises de saúde.

O anúncio foi feito pelo vice-porta-voz do secretário-geral da ONU, Farhan Haq, na sede da organização em Nova York.

Ebola

Segundo ele, Ban Ki-moon nomeou o presidente da Tanzânia, Jakaya Kikwete, para liderar o grupo. Outros participantes são da Suíça, da Indonésia, de Botsuana e dos Estados Unidos.

O chefe da ONU pediu ao painel que faça recomendações para fortalecer sistemas nacionais e internacionais para previnir futuras crises de saúde, levando em consideração lições aprendidas na resposta ao surto de ebola.

O grupo fará amplas consultas, incluindo com representantes dos países afetados, da ONU, de instituições financeiras bilaterais e multilaterais, de ONGs, de instituições acadêmicas e de pesquisa e do setor privado, entre outros.

Recomendações

O painel vai contar com o apoio de um grupo de especialistas. A primeira reunião vai acontecer no início de maio e a expectativa é de que o relatório final seja entregue ao secretário-geral no final de dezembro deste ano.

O chefe da ONU vai disponibilizar o documento para a Assembleia Geral e tomar outras medidas, conforme apropriado.

Leia Mais:

Embaixador da Boa Vontade visita comunidades afetadas por ebola

Ban: "mundo deve continuar vigilante contra ameaça de armas biológicas"

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud