Nigéria vai às urnas neste fim de semana e ONU pede eleições pacíficas
BR

28 março 2015

Secretário-geral emitiu nota apelando a líderes e políticos eleitores a realizar votação tranquila e de alto padrão; segundo Ban Ki-moon o sucesso do pleito é responsabilidade de todos os nigerianos.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas fizeram um apelo à Nigéria para realizar eleições transparentes, inclusivas e pacíficas neste fim de semana.

O pleito no país africano, marcado para este sábado, foi estendido em mais um dia após atrasos em algumas mesas de votação, segundo a mídia local.

Responsabilidade

Em nota, emitida pelo seu porta-voz, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu aos líderes políticos e eleitores nigerianos que realizem eleições pacíficas.

Ban elogiou os avanços da Comissão Eleitorial Independente na preparação da votação e disse que todos os nigerianos devem exercer sua responsabilidade civil comparecendo em massa às urnas.

De acordo com agências de notícias, os dois maiores candidatos à presidência do país são o ex-líder militar Muhammadu Buhari, que tenta o cargo pela quarta vez, e o próprio presidente Goodluck Jonathan, que concorre a um segundo mandato.

Líderes religiosos

Em nota, Ban Ki-moon ressaltou a declaração conjunta firmada pelos dois candidatos na qual prometeram eleições críveis e justas.

Eles também se comprometeram a respeitar o resultado das eleições. Ban pediu aos simpatizantes das duas partes que resolvam qualquer eventual disputa de forma pacífica.

O chefe da ONU afirmou que o sucesso das eleições na Nigéria dependerá dos líderes políticos e eleitores do país incluindo líderes religiosos, partidos políticos e sociedade civil.

Ban explicou que a comunidade internacional tem grandes expectativas de que a Nigéria irá demonstrar “liderança política e um alto padrão” nas eleições.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud