Entrevista: Na ONU, Angola defende reação rápida a ameaças contra minorias

27 março 2015

O secretário de Estado das Relações Exteriores de Angola, Manuel Domingos Augusto, pediu uma reação rápida da comunidade internacional para o que chamou de "autênticos genocídios e tentativas de limpeza étnica e religiosa".

O tema foi abordado no Conselho de Segurança em debate de alto nível que decorreu esta sexta-feira com foco na situação no Médio Oriente.

Falando à Rádio ONU, o responsável disse que a tolerância e a inclusão devem combater o sofrimento de minorias não somente na região

A entrevista também aborda a atuação da diplomacia angolana nos esforços de paz em países de África, continente que o responsável diz estar cada vez mais exposto a ações de terroristas como o Boko Haram.

Acompanhe a entrevista a Eleutério Guevane.

Tempo total: 06’50”