Entrevista: Guiné-Bissau quer países lusófonos a formar os seus militares

27 março 2015

O Major-General Eduardo Costa Sanhá é juiz-presidente do Tribunal Militar Superior na Guiné-Bissau.

Nesta entrevista à Rádio ONU, em Nova Iorque, o oficial fala do processo de reforma dos militares no país que em 2012 sofreu um golpe. A conversa aborda também os planos de formação de novas chefias da área em parceria com vários países de língua portuguesa.

Sanhá garante que a presença nas Nações Unidas é para expressar o empenho dos militares na busca de soluções na Guiné-Bissau. Ele começa por responder qual seria o impacto das promessas de doadores para a área de defesa e segurança.

Acompanhe a conversa com a Rádio ONU.

Duração: 06'12"

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud