Agricultores da República Centro-Africana em situação de emergência

23 março 2015

Segundo a FAO, são necessárias sementes e ferramentas para a temporada de plantio que começa em abril; mais de 1,5 milhão de pessoas sofrem de insegurança alimentar e agência necessita de US$ 6,2 milhões para ajudar famílias.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A temporada de plantio na República Centro-Africana começa em abril, mas os agricultores necessitam, com urgência, de sementes e de ferramentas. O alerta está a ser feito esta segunda-feira pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO.

A agência da ONU destaca que 1,5 milhão de pessoas estão a enfrentar insegurança alimentar no país e os números devem aumentar caso não haja apoio, uma vez que a falta de comida pode piorar.

Níveis Baixos

A implementação da campanha agrícola é chave para a diminuição das tensões políticas e a agricultura continua a ser a principal fonte de renda para as famílias centro-africanas, destaca a FAO. Por isso a importância de garantir que a próxima estação de plantio ocorra normalmente.

A produção agrícola está 60% abaixo dos níveis pré-crise e a FAO identificou 150 mil famílias que necessitam de ajuda imediata, incluindo agricultores, famílias que hospedam deslocados e civis que estavam em outras nações, mas retornaram à República Centro-Africana.

Verbas

A FAO ainda precisa de US$ 6,2 milhões para ajudar mais de 63 mil famílias na próxima temporada de plantio e a agência destaca já ter conseguido verba para o apoio a mais de 86 mil famílias. A FAO planeia fornecer sementes e ferramentas para o cultivo, que poderão auxiliar a cobrir as necessidades alimentares por até cinco meses.

Num outro desenvolvimento, o Fundo Monetário Internacional aprovou US$ 7,6 milhões em assistência financeira ao governo da República Centro-Africana. O FMI destaca que o montante servirá de apoio ao programa de recuperação económica do país.

*Apresentação: Denise Costa.

Leia também:

República Centro-Africana tem primeiro programa de cupões alimentares

Conflitos devem piorar emergência crónica na região do Sahel

Em Bangui, embaixador angolano na ONU elogia ação da operação de paz

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud