Eleição no Burundi é destaque no fim do périplo do Conselho de Segurança

13 março 2015

Membros do órgão encontraram-se com o presidente Pierre Nkurunziza; embaixadores reconhecem que questão do terceiro mandato divide o país e falam sobre importância de preservar o Acordo de Arusha.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Conselho de Segurança encerrou esta sexta-feira sua visita à África e a paragem final dos embaixadores foi a capital do Burundi, Bujumbura. O presidente Pierre Nkurunziza recebeu os integrantes do órgão, que falaram também com a Comissão Eleitoral Nacional e representantes de partidos políticos.

O destaque nas discussões com o Conselho foi o atual processo eleitoral do Burundi, em especial a questão de um terceiro mandato. Os embaixadores dos países que integram o órgão reconheceram que a questão divide o povo do país.

Reconciliação

Foi feito um pedido para que seja preservada a união do Burundi e o Conselho lembrou a importância do Acordo de Arusha, sobre paz e reconciliação. O embaixador de Angola junto à ONU, Ismael Martins, integrou a equipa do órgão durante o périplo em África.

O grupo esteve em Adis Abeba, capital da Etiópia, na quinta-feira, para um encontro com o Conselho de Paz e de Segurança da União Africana. Antes, os embaixadores estiveram na República Centro-Africana, a avaliar os trabalhos da Missão de Estabilização da ONU no país, Minusca.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud