Em Nova Iorque, equipa prepara informe sobre mortos em protestos no Mali

27 fevereiro 2015

Grupo de investigadores esteve no país africano para fazer apuração dos protestos violentos de 27 de janeiro na cidade de Gao; documento será apresentado em finais de março.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Uma equipa de alto nível enviada pelo secretário-geral da ONU ao Mali deixou o país e segue para Nova Iorque, onde deve preparar o relatório preliminar do inquérito sobre protestos violentos ocorridos na cidade de Gao a 27 de janeiro.

Agências de notícias citaram fontes do governo e da saúde anunciando a morte de pelo menos duas pessoas, após tentativas de travar o cerco da base militar das Nações Unidas na cidade do norte. O documento final das investigações será apresentado em março, segundo a ONU.

Proteção

Durante oito dias, o grupo esteve no país onde manteve encontros com as autoridades malianas e da região de Gao além da polícia, da proteção civil e de representantes da Missão das Nações Unidas no Mali, Minusma.

Foram igualmente abordados líderes locais, associações que organizaram os protestos e autoridades hospitalares que receberam as vítimas incluindo partidos da oposição e outros interlocutores.

De acordo com uma nota do grupo, o objetivo era que os contactos ajudassem a "lançar luz sobre os acontecimentos".  A equipa também conversou com os manifestantes feridos e visitou as famílias dos que perderam a vida.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud