ONU lança apelo de US$ 316 milhões para socorrer ucranianos
BR

24 fevereiro 2015

Plano de Resposta Humanitária deve socorrer mais de 60% dos 5 milhões de pessoas em situação extrema e precisando de assistência média, abrigo e roupas além de apoio psicossocial.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Com o agravamento da situação de ucranianos, vítimas do conflito no leste do país, a ONU decidiu lançar um apelo nesta terça-feira para uma ação de emergência.

O representante das Nações Unidas na Ucrânia, Neal Walker, disse que o Plano de Resposta Humanitária deve socorrer mais de 60% dos 5 milhões de pessoas que precisam de ajuda urgente.

Abrigos

O apelo pede US$ 316 milhões, equivalentes a mais de R$ 906 milhões, e servirá para fornecer assistência à saúde, abrigos, vestimentas, educação básica e cuidados psicossociais às vítimas do conflito.

Segundo Walker, a vida e a dignidade das pessoas nas áreas de combate estão sob sério risco.

Mais de um milhão de ucranianos foram forçados a deixar suas casas e dois milhões ainda se encontram nas áreas disputadas pelos combates. Cerca de 500 mil ucranianos passaram a viver em abrigos subterrâneos sem qualquer infraestrutura.

O chefe da ONU no país explicou que o plano foi traçado no mês passado, mas de lá para cá, as carências da população aumentaram com o agravamento do conflito.

Leia mais: 

Ban liga para ministro da Ucrânia e expressa preocupação com confrontos

Secretário-geral preocupado com confrontos em Debaltseve, na Ucrânia