OMS defende uso de seringas inteligentes para prevenir contaminações

24 fevereiro 2015

A Organização Mundial da Sáude, OMS, está defendendo o uso de seringas seguras para prevenir contaminações desnecessárias.

Em comunicado, a agência da ONU informou que milhões de pessoas poderiam ser protegidas de doenças infecciosas caso não houvesse a reutilização de seringas nos pacientes.

Segundo a OMS, somente em 2010, cerca de 1,7 milhão de pessoas contraíram o vírus hepatite B por causa do uso de seringas contaminadas. No mesmo ano houve 33,8 mil contaminações com o HIV e 315 mil com o vírus da hepatite C.

De acordo com a agência, as chamadas seringas "inteligentes" devem ser tratadas como uma prioridade urgente para todos os países. A iniciativa está sendo apoiada pela Fundação Ikea e pela Aliança de Vacinas Gavi.

Confira a reportagem de Edgard Júnior, da Rádio ONU em Português, para o Jornal da Globo News.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud