ONU preocupada com bebé albino de um ano sequestrado na Tanzânia

18 fevereiro 2015

Em comunicado, representante da organização no país lembrou que este é o segundo caso de desaparecimento de crianças albinas na Zona do Lago; país africano tem casos de violência ao grupo, que já foi alvo de assassinatos.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

As Nações Unidas emitiram um comunicado manifestando preocupação com o sequestro de uma criança albina de apenas um ano de idade.

Yohanna Bahati foi levado da região de Geita, na zona do Lago, no noroeste da Tanzânia.

Buscas

O representante da ONU no país, Álvaro Rodriguez, lembrou que o caso é preocupante, uma vez que se trata do segundo rapto de crianças em apenas dois meses. No primeiro, o menor ainda não foi encontrado apesar das buscas realizadas pelo governo tanzaniano.

Rodriguez assinalou ser este um ano de eleições no país africano, e de acordo com analistas pode ser também uma época perigosa para pessoas que vivem com albinismo.

O chefe da ONU na Tanzânia elogiou as medidas do governo e pediu aumento nas ações de proteção dos direitos humanos assim também como mais respeito ao Estado de direito.

Rodriguez contou estar em contacto com as autoridades de Geita, especialmente a comissária regional Fatma Mwassa, que reforçou o compromisso do governo de resolver a situação do rapto do bebé mesmo com todos os desafios.

O responsável da ONU informou ainda ter se encontrado com integrantes da Sociedade Tanzaniana de Albinismo, que explicaram ter como objetivo este ano de 2015, o fim da violência a pessoas albinas.

Ele terminou o comunicado afirmando que as pessoas com albinismo merecem todo o respeito e proteção dados a quem não têm a doença.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.

Leia mais:

ONU lança relatório sobre violência contra crianças em África

Escritório de Direitos Humanos preocupado com albinos na Tanzânia

Pillay pede maior proteção de albinos após assassinato na Tanzânia

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud