Enviado da ONU e presidente da Síria discutem solução para o conflito
BR

11 fevereiro 2015

Staffan de Mistura e Bashar al-Assad reuniram-se esta quarta-feira em Damasco; representante das Nações Unidas cita proposta de trégua da violência em Alepo, a segunda maior cidade do país.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O enviado especial das Nações Unidas para a Síria terminou uma visita de dois dias ao país. Nesta quarta-feira, em Damasco, Staffan de Mistura falou a jornalistas sobre a viagem.

De Mistura confirmou que teve “discussões intensas com o governo sírio”, incluindo uma “longa conversa com o presidente Bashar al-Assad”. O enviado explicou que o foco do seu trabalho é sobre a importância de reduzir a violência e os impactos à população. O conflito está entrando no quinto ano, e segundo ele, é cada vez maior o impedimento de acesso da ajuda humanitária.

Solução Política

Staffan de Mistura destacou que com a viagem até a Síria, ele buscou facilitar qualquer processo que possa levar a uma solução política para um “conflito que já dura muito tempo e para o qual não há solução militar”.

O enviado da ONU também discutiu a proposta de uma trégua para reduzir a violência em Alepo, mas ressaltou que ainda não poderia fornecer mais detalhes sobre o encontro com o presidente sírio.

Staffan de Mistura passará todas as informações de sua missão à Síria, ao secretário-geral da ONU e ao Conselho de Segurança, que tem agendado para o dia 17 uma reunião sobre a situação no país.