“Colaboração global é fundamental com aumento das crises humanitárias”
BR

4 fevereiro 2015

Afirmação é da subsecretária-geral para Assistência Humanitária, Valerie Amos; cerca de 78 milhões de pessoas em 31 países continuam dependendo de apoio humanitário para sobreviver.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

“A comunidade internacional precisará colaborar cada vez mais para enfrentar níveis crescentes de crises humanitárias em todo o mundo.”

A afirmação foi feita pela subsecretária-geral para Assistência Humanitária, Valerie Amos, que está em Budapeste, capital da Hungria.

Sobrevivência

Amos alertou que cerca de 78 milhões de pessoas em 31 países continuam dependendo de apoio humanitário para sobreviver.

Segundo ela, “estas são as pessoas mais vulneráveis do mundo e o número vai subir com os desastres naturais que ocorrerem durante o ano”.

De acordo com o Escritório das Nações Unidas para Assistência Humanitária, Ocha, as necessidades humanitárias mais que dobraram na última década e atingiram “níveis inéditos” com a intensificação das crises na Síria, no Iraque, no Sudão do Sul e na República Centro-Africana.

Conferência Mundial

A Conferência Humanitária Mundial está agendada para o ano que vem em Istambul, na Turquia. No encontro, os participantes vão preparar uma agenda que acompanhe as necessidades humanitárias crescentes.

Segundo Amos, entre outras coisas, é preciso encontrar novas formas de responder a crises humanitárias, expandir parcerias e garantir uma política firme para o setor. Ela afirmou que nenhuma organização pode fazer isto sozinha.

Leia mais:

ONU estima que 78 milhões precisam de auxílio humanitário urgente em 2015

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud