Agência quer reforçar turismo em África com ajuda de Cabo Verde e Guiné-Bissau

4 fevereiro 2015

Especialistas acreditam que áreas como branding, promoção, investimento estrangeiro direto e facilitação para concessão de vistos podem melhorar e ajudar a alavancar a chegada de turistas ao continente; ao todo, 16 ministros africanos participaram no encontro.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A Organização Mundial do Turismo, OMT, acredita que África pode reforçar-se no setor. Em comunicado, a agência da ONU afirmou que entre 2000 e 2014, as viagens internacionais para o continente mais que duplicaram passando de 26 milhões para 56 milhões.

O tema foi debatido na Feira Internacional de Turismo, Fitur, realizada no fim do passado mês em Madrid, sede da OMT. Entre os 16 ministros que compareceram ao evento estão os titulares da pasta de turismo em Cabo Verde e da Guiné-Bissau.

Vistos

De acordo com especialistas, África precisa melhorar algumas áreas como branding e promoção, investimentos estrangeiros, recursos humanos e desenvolvimento. É importante também desembaraçar burocracias na concessão de vistos para facilitar a chegada de turistas.

Participaram na reunião 16 ministros do Turismo de África e do Médio Oriente. Mesmo com um ano de 2014 com desafios económicos, a região cresceu 2% se comparado a 2013. A OMT refere que o futuro deve continuar a ser de crescimento com 134 milhões de chegadas previstas para 2030.

As melhorias no setor de turismo em África resultam de uma iniciativa da OMT em parceria com a Casa África e a Investour que já entra pelo sexto ano.

Cabo Verde e Guiné-Bissau

Em comunicado, o chefe da agência da ONU, Taleb Rifai, informou que o apoio ao turismo africano é importante para o crescimento da região e a geração de empregos, além de levar imensas oportunidades ao desenvolvimento.

Já o diretor-geral da Casa África, Luis Padrón, disse que a experiência das empresas espanholas, muitas delas líderes em turismo, pode ser uma grande fonte de apoio para os projetos em África.

O ministro do Turismo da Espanha, José Manuel Soria López, afirmou que o futuro do continente é agora.

*Apresentação: Denise Costa.

 Leia mais:

Mais de 1,1 bilhão de pessoas viajaram ao exterior em 2014 

Haiti recebe verbas do Banco Mundial e Unesco para investir em turismo

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud