Secretário-geral da ONU condena atentado em mesquita no Paquistão
BR

31 janeiro 2015

Ataque ocorreu na sexta-feira e matou dezenas de pessoas; em nota emitida por seu porta-voz, Ban Ki-moon pediu às autoridades do país que redobrem seus esforços para proteger minorias étnicas e religiosas.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York

O secretário-geral da ONU condenou o ataque a bomba na sexta-feira a uma mesquita xiita na província de Sindh, no sul do Paquistão. Segundo relatos, o atentado matou pelo menos 54 pessoas.

Em nota emitida por seu porta-voz, Ban Ki-moon deplorou a ação e pediu às autoridades paquistanesas que aumentem seus esforços para proteger minorias étnicas e religiosas no país e combater o terrorismo.

Feridos

De acordo com agências de notícias, dezenas de pessoas ficaram feridas no atentado que seria um dos piores ataques sectários no Paquistão nos últimos anos.

O chefe da ONU enviou condolências às famílias das vítimas e ao governo e povo do país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud