ONU pede à Indonésia que estabeleça moratória para pena de morte

29 janeiro 2015

O Escritório de Direitos Humanos da ONU está preocupado com o "uso contínuo da pena de morte para crimes relacionados às drogas no sudeste da Ásia".

Numa nota divulgada na terça-feira, 20 de janeiro, o Escritório lamenta a execução pela Indonésia de seis pessoas no domingo, 18 de janeiro, "apesar de apelos nacionais e internacionais". Entre eles estava o brasileiro Marco Archer, condenado por tráfico de cocaína.

O Escritório da ONU afirma que outras 60 pessoas estão no corredor da morte no país asiático, também por ofensas ligadas às drogas. Segundo agências de notícias, entre os condenados existe um outro brasileiro: Rodrigo Gularte.

Assista à reportagem de Edgard Júnior, da Rádio ONU em Português, para o Jornal da Globo News.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud