FAO apresenta plano para erradicar a fome na América Latina e Caribe
BR

29 janeiro 2015

Países da região estudam adotar medidas da agência da ONU para Agricultura e Alimentação durante conferência na Costa Rica; proposta tem quatro pilares e prevê fim da fome e garantia da segurança alimentar até 2025.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Um novo plano para combater a fome na América Latina e no Caribe foi apresentado pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO.

A proposta está sendo considerada por líderes da região, reunidos na Conferência da Comunidade dos Países da América Latina e Caribe, que termina esta quinta-feira em San José, capital da Costa Rica.

Estratégias

O diretor da FAO apresentou o novo Plano Regional para Segurança Alimentar, Nutrição e Erradicação da Fome até 2025. José Graziano da Silva explicou que a proposta é ajudar o países latino-americanos e caribenhos a criar planos nacionais e transformarem compromissos em realidade.

Os líderes da região estão considerando adotar o projeto, baseado em quatro pilares. O primeiro é a coordenação estratégica a nível nacional e regional, com foco em questões de gênero.

Alimentação Escolar

Outra prioridade é a sustentabilidade, para garantir comida nutritiva e segura. Programas de merenda escolar, que podem ajudar a combater a obesidade e a desnutrição, formam o terceiro pilar. O último é combater os desafios para a segurança alimentar gerados com a mudança climática.

Segundo a FAO, a América Latina e o Caribe é a única região do mundo que já atingiu o Objetivo de Desenvolvimento do Milênio número um: reduzir pela metade, até o final deste ano, o número de pessoas que sofrem de fome.