Conselho de Segurança oferece "todo o apoio" ao Haiti
BR

25 janeiro 2015

Embaixadores dos Estados-membros do órgão estão visitando o país desde sexta-feira; em reunião com o presidente Michel Martelly, eles discutiram vários assuntos, entre eles a realização de eleições.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança ofereceu "todo o apoio" possível ao Haiti para garantir a realização das eleições municipais e parlamentares neste ano.

A declaração foi feita pela embaixadora dos Estados Unidos junto à ONU, Samantha Power durante reunião do grupo com o presidente haitiano, Michel Martelly.

Desenvolvimento do País

Power afirmou que "o contrato democrático entre o governo e os governados é parte crítica do desenvolvimento do país".

A embaixadora disse que os 15 membros do Conselho de Segurança querem oferecer ao Haiti todo o apoio necessário para que as autoridades possam assegurar eleições em 2015 e garantir que todos os haitianos estão empenhados na democracia, na economia e no desenvolvimento da região.

Cooperação

O embaixador do Chile Cristián Barros Melet, que junto de Power também é o co-presidente da missão de três dias ao Haiti, falou sobre as eleições no país.

Ele disse que os membros do Conselho de Segurança fizeram um apelo aos políticos haitianos que cooperem uns com os outros e sem demora para garantir a realização de eleições livres, justas, inclusivas e transparentes de acordo com a constituição do Haiti.

Os embaixadores vão manter contatos também com líderes da oposição e representantes da sociedade civil.