Unamid preocupada com impacto de combates sobre civis em Darfur

23 janeiro 2015

Missão revela esforços para proteger e distribuir ajuda urgente às populações; um dos acampamentos da região sudanesa já conta com mais de 5, 7 mil deslocados em busca de abrigo.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Missão das Nações Unidas e da União Africana em Darfur, Unamid, disse que continua a monitorizar a situação em Darfur do Norte devido aos confrontos entre grupos armados da oposição e as Forças Armadas do Sudão.

Os combates decorrem nas últimas semanas na áreas de Jebel Marra e  Kutum. Em comunicado, a Unamid expressa a sua preocupação com o impacto do conflito sobre os civis.

Auxílio

Em  coordenação com a equipa das Nações Unidas e outros atores humanitários no país decorrem esforços para proteger e distribuir auxílio urgente às populações afetadas.

Novos deslocados chegaram a várias localidades. O destaque vai para os cerca de 3,9 mil deslocados internos fugidos de três aldeias vizinhas que procuraram refúgio numa zona segura próxima das instalações da missão em Um Baru.

Assistência

Além de proteção, os recém-chegados recebem abrigos temporários, água e assistência médica. As ações decorrem enquanto entidades humanitárias seguem para o terreno para conceder assistência adicional.

As forças de paz da Unamid intensificaram as suas patrulhas ao redor do acampamento de Tawilla, onde mais de 5,7 mil deslocados estão instalados.

A missão declarou não ter capacidades para avaliar o verdadeiro impacto dos combates nas aldeias afetadas devido às restrições de acesso.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud