Situação de minorias étnicas em Mianmar preocupa relatora da ONU
BR

5 janeiro 2015

Yanghee Lee fará sua segunda visita oficial ao país asiático a partir de quarta-feira; ela destaca que novos projetos de lei podem contribuir para aumento da discriminação.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

A relatora especial das Nações Unidas sobre Mianmar está preocupada com um pacote de quatro projetos de leis sobre proteção da raça e da religião no país. Segundo Yanghee Lee, as propostas não estão de acordo com padrões internacionais de direitos humanos.

Esta segunda-feira, a relatora declarou que “caso sejam aprovadas, as leis podem legitimizar a discriminação, em especial contra minorias étnicas e religiosas e também contra as mulheres”.

Prisioneiros

Yanghee Lee inicia na quarta-feira sua segunda visita oficial ao país asiático, onde fica até o dia 16 de janeiro. Em Mianmar, a relatora promete dar atenção especial à situação de direitos humanos e deve entrar em contato com prisioneiros políticos.

Nos estados de Rakhine e Norte Shan, Lee vai avaliar campos para deslocados internos e outras áreas isoladas, para ver se houve algum progresso em relação às “críticas condições” encontradas por ela quando visitou o país, em julho de 2014.

Reconciliação

Também em Rakhnine, a relatora vai discutir com o governo local questões sobre paz, estabilidade e direito. Com os líderes comunitários, Lee irá tratar das tensões intercomunitárias e esforços para a reconciliação.

Já em Norte Shan, o objetivo será avaliar se os direitos de minorias étnicas e religiosas estão sendo respeitados, além de conversar sobre casos de violência sexual e de gênero.

Democracia

Mianmar tem eleições marcadas para este ano e progressos na área da democracia também serão abordados pela relatora durante encontros com autoridades e representantes da sociedade civil. Lee espera que as eleições nacionais sejam “transparentes, inclusivas, participativas e justas”.

A visita da relatora da ONU ocorre a convite do governo do país. Yanghee Lee deve produzir um relatório sobre a viagem e apresentar o documento ao Conselho de Direitos Humanos em abril.

*Apresentação: Leda Letra.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud