ONU pede ao Afeganistão que investigue incidente que matou 25 em Helmand

2 janeiro 2015

Secretário-geral quer que responsáveis sejam levados à justiça; foguete feriu outras 40 pessoas após atingir uma festa de casamento.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral instou ao Governo afegão a investigar completamente o bombardeamento que atingiu uma festa de casamento na província de Helmand. No incidente morreram 25 civis e outros 45 ficaram feridos.

Em nota, emitida pelo seu porta-voz, Ban Ki-moon realça que os responsáveis pela ação desta quarta-feira devem ser levados à justiça. O chefe da ONU condenou o ato nos termos mais fortes.

Confrontos

Agências de notícias informaram que mulheres e crianças eram a maioria dos mortos e feridos. O foguete foi lançado durante um duro confronto entre soldados afegãos e milícias Talibã.

O secretário-geral endereçou as suas condolências aos familiares das vítimas e desejou uma rápida recuperação aos feridos.

Foi a 1 de janeiro que as forças da Organização do Tratado do Atlântico Norte, Nato mudaram a natureza das suas operações para uma missão de apoio. No novo período, deve ser formado o exército afegão que assume a responsabilidade pela segurança do país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud