Unicef alerta que 600 mil precisam de ajuda urgente na Ucrânia
BR

19 dezembro 2014

Agência da ONU afirmou que precisa de mais US$ 32 milhões para atender às necessidades no país; porta-voz afirmou que as crianças estão pagando um preço muito alto por causa do conflito; cerca de 1,7 milhão foram afetados pelos combates.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, alertou que o conflito na Ucrânia deixou 600 mil pessoas precisando de ajuda urgente.

A agência da ONU afirmou que precisa de cerca de US$ 32,5 milhões, o equivalente a R$ 87 milhões, para aumentar os esforços na região.

“Preço Alto”

Em Genebra, a porta-voz do Unicef, Kristen Elsby, disse que as crianças estão pagando um preço muito alto por causa do conflito.

Elsby contou que falta d’água, difícil acesso a hospitais e infraestrutura danificada colocam em risco a vida e o bem-estar das crianças. Segundo ela, a exposição desses menores a combates violentos e bombardeios afeta o bem-estar psicológico.

A porta-voz afirmou a todas as partes envolvidas no conflito que as crianças devem ser protegidas da violência.

Bunkers

O Unicef explicou que elas estão vivendo em bunkers, refúgios subterrâneos, na cidade de Donetsk, no leste da Ucrânia.

Segundo o Fundo da ONU, 1,7 milhão de crianças foram afetadas pela crise. Mais de 150 escolas estão fechadas na região leste do país e 100 mil crianças necessitam de acompanhamento psicológico para lidar com o trauma do conflito entre forças do governo e separatistas pró-Rússia.

Os últimos dados da ONU mostram que 44 crianças morreram por causa da violência no país, neste ano.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud