Chefe da Unesco promove educação em périplo por países africanos

18 dezembro 2014

Irina Bokova está na RD Congo, mas viagem ao continente também incluiu ida à República Centro-Africana e ao Gabão; diretora da agência da ONU destaca compromisso de governos com o direito à educação.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A diretora da agência da ONU para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, fez um périplo oficial por três nações africanas. Na República Democrática do Congo, esta quarta-feira, Irina Bokova declarou estar orgulhosa por ver que o país leva a sério o compromisso com o direito à educação.

Em Kinshasa, capital congolesa, a chefe da agência da ONU participou do lançamento de uma petição para promover o acesso universal à educação. O objetivo é coletar pelo menos 1 milhão de assinaturas na RD Congo e mobilizar professores, pais, jovens, sociedade civil, setor privado e líderes religiosos.

Proteção

No país, mais de 3 milhões de crianças estão sem frequentar as salas de aula. No evento, jovens congoleses falaram sobre desafios que impedem a ida à escola: casamento infantil, abuso sexual, violência, trabalho forçado de crianças e recrutamento dos menores por grupos armados.

Na República Centro-Africana, a diretora da agência da ONU prestou tributo à herança cultural do país e aos que, segundo Bokova, “têm a coragem e a determinação de proteger o patrimônio”.

Conflitos

A visita de dois dias à capital do país, Bangui, incluiu também um encontro com a presidente interina Catherine Samba-Panza, quando discutiram o papel da educação e da cultura na reconciliação nacional.

Samba-Panza contou à diretora da Unesco os desafios para melhorar o acesso à educação de qualidade para dezenas de milhares de crianças e de jovens na República Centro-Africana.

Juventude

A presidente em exercício lembrou que muitos tiveram de interromper seus estudos devido aos conflitos. Por sua vez, Irina Bokova declarou que Catherine Samba-Panza representa “esperança e paz” no país.

No fim de semana, Irina Bokova esteve no Gabão a participar do Fórum Pan-Africano, que teve como tema a promoção de uma cultura de paz em África. No encontro, a chefe da Unesco disse que a juventude é o presente e que os jovens são o rosto da paz.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud