Ban pede espírito de compromisso para o sucesso das eleições no Lesoto

10 dezembro 2014

Secretário-geral quer que seja garantido  ambiente propício para realização de um pleito pacífico e credível; recentemente, o rei Letsie III anunciou a votação para 28 de fevereiro de 2015.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque

O secretário-geral encorajou os líderes do Lesoto a cumprir a Declaração de Facilitação de Maseru, e a trabalhar juntos em espírito de compromisso para garantir um ambiente propício para eleições pacíficas e credíveis.

Em nota, Ban Ki-moon afirma ter tomado conhecimento do recente anúncio do Rei Letsie III sobre a realização do pleito a 28 de fevereiro de 2015.

Coligação

As eleições vão decorrer cerca de dois anos e meio antes do previsto, como parte dos esforços para resolver a crise entre os partidos que compõem o governo de coligação.

Em agosto, o primeiro-ministro Thomas Thabane deixou o país após ter acusado alguns dos seus colaboradores e o exército de prepararem a sua retirada. O chefe do governo regressou, entretanto,  no início de setembro.

Golpes

Agências de notícias dizem que as disputas teriam polarizado as forças de segurança do Lesoto, que sofreu vários golpes de Estado desde a sua independência, em 1966.

O chefe da ONU saúda os progressos realizados até ao momento, como parte dos esforços para o respeito dos princípios democráticos e para garantir a restauração da estabilidade política e da segurança no reino.

Normalidade

A Comunidade de Desenvolvimento da África Austral, Sadc, é elogiada por Ban pela sua liderança ao facilitar uma saída acordada para a situação e o retorno à normalidade política.

Ban encerra a nota a reafirmar o compromisso das Nações Unidas de apoiar os esforços do Governo e do povo basothu para consolidar a paz no reino africano.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud