Caso Eric Garner destaca “questão de prestação de contas de agentes policiais”
BR

4 dezembro 2014

Declaração foi feita pelo porta-voz do secretário-geral nesta quinta-feira; segundo Stephane Dujarric, Ban Ki-moon saúda anúncio de investigação de direitos civis no caso; houve protestos em Nova York após decisão do júri de não indiciar policial sobre morte de americano.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

Segundo agências de notícias, houve protestos em Nova York após a decisão de um júri de não indiciar um policial pela morte do americano Eric Garner.

Falando a jornalistas, o porta-voz do secretário-geral disse que o pensamento de Ban Ki-moon está com a família de Garner e o povo novaiorquino após esta decisão.

Prestação de contas

Stephane Dujarric afirmou acreditar que o caso de novo foca na atenção à prestação de conta de agentes policiais”. Ele declarou que o secretário-geral apela às autoridades nos Estados Unidos que façam todo o possível para responder a demandas por maior responsabilização.

O porta-voz afirmou ainda que Ban saúda o anúncio da abertura de uma investigação de direitos civis. Segundo agências de notícias, Garner morreu após ser abordado pela polícia em julho e aparentemente imobilizado. O incidente foi filmado por uma pessoa que passava no local.

Sobre os protestos em Nova York, Dujarric declarou que Ban apelaria aos manifestantes que protestem de forma pacífica e às autoridades que respeitem o direito à manifestação pacífica.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud