Portugal comprometido com a paz no Médio Oriente

1 dezembro 2014

Vice-presidente da Assembleia da República do país participou de evento na ONU sobre o diálogo entre israelitas e palestinianos; Guilherme da Silva falou à Rádio ONU sobre capacidade de intermediação do país europeu que foi adquirida através de séculos de História.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Portugal continua comprometido com a paz no Médio Oriente. A declaração é do vice-presidente da Assembleia da República, Guilherme da Silva, que participou de um encontro sobre o tema realizado no fim de novembro nas Nações Unidas.

Em entrevista à Rádio ONU na primeira parte do encontro, Guilherme da Silva explicou que o momento é crítico, mas que os debates sobre uma solução para o conflito israelo-árabe são muito úteis para o processo político.

Contributo

“Que este processo dá sinais de estar com um algum esgotamento. E quando assim é, iniciativas como esta que estamos aqui a assistir integradas no Ano de Solidariedade com o Povo Palestino que está a desenvolver sob os auspícios das Nações Unidas e agora aqui nesta sede da organização, entendemos que são passos importantes, reflexões importantes, e por isso cá estamos também a dar o nosso contributo.”

De acordo com o vice-presidente da Assembleia de República de Portugal, o país que começará seu primeiro mandato no Conselho de Direitos Humanos tem uma tradição de diálogo e tolerância que pode ser útil ao debate sobre o Médio Oriente.

Pontes

“Portugal tem uma voz que geralmente é ouvida. Não temos a capacidade das grandes potências, mas temos a capacidade que a História nos dá. E de diálogo naturalmente. Quando se construíram pontes com países de línguas, e de civilizações e culturas completamente distintas desde as asiáticas, às africanas e às sul-americanas, naturalmente que isto revela uma capacidade que não se improvisa, mas que se constroi ao longo do século.”

Participaram do encontro sobre o diálogo israelo-palestiniano dezenas de deputados de vários países. Dos lusófonos estavam representados Brasil, Guiné-Bissau e Portugal.

*Apresentação: Eleutério Guevane.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud