Secretário-geral saúda progresso do mundo na luta contra a Sida

1 dezembro 2014

Mensagem do secretário-geral foi publicada por ocasião do Dia Mundial de Combate à Sida celebrado nesta segunda-feira; Moçambique está entre os países com queda mais acentuada no número de novos casos em crianças entre 2009 e 2013.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O secretário-geral da ONU saudou o que chamou de “enorme progresso que o mundo tem feito em resposta à epidemia de Sida”.

A mensagem  de Ban Ki-moon foi publicada por ocasião do Dia Mundial de Combate à Sida, celebrado nesta segunda-feira, 1º de dezembro.

Crianças

De acordo com dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, estima-se que 1,1 milhão de infecções por HIV entre crianças com menos de 15 anos foram evitadas e novos casos caíram em mais de 50% entre 2005 e 2013.

As quedas mais acentuadas ocorreram entre 2009 e 2013 em Moçambique e em outros sete países africanos: Malaui, Etiópia, Zimbabué, Botsuana, Namíbia, África do Sul e Gana. No país lusófono, a queda foi de 57%.

Falando à Rádio ONU, o representante do Unicef em Moçambique, Koen Vanormelingen, falou que a principal razão para a queda foi o “melhoramento da prevenção de transmissão vertical” ou seja, entre mãe e bebé, entre outras razões.

“A combinação de programas preventivos, de testagem precoce com dimensão quase universal e a expansão do acesso a um tratamento preventivo da mulher e da criança contribuíram para uma redução dramática no nível de infecção. Mas ainda temos muita coisa por fazer, porque ainda não chegamos a 100% das crianças.”

O representante falou que o Fundo vai participar de uma campanha voltada a adolescentes.

“Temos trabalhando com alguns parceiros, principalmente o presidente vai fazer o lançamento de uma campanha que é para redução da infecção por HIV em adolescentes. Porque o único grupo populacional que tem conhecido um aumento da mortalidade por HIV entre todos os diferentes grupos populacionais  são os adolescentes, de 10 a 19 anos. Então, vamos aproveitar junto com os parceiros para este 1º de dezembro para lançar a campanha de prevenção de HIV em adolescentes.”

Cooperação com Brasil

Em outra entrevista à Rádio ONU, de Brasília, a diretora do Programa Conjunto sobre HIV/Sida, Onusida, no Brasil, Georgiana Braga-Orillard, falou sobre a cooperação do Brasil com países lusófonos em África como Moçambique.

“A gente está sempre em contato e tem bastante coisa também através da Cplp, a Comunidade de Países de Língua Portuguesa. Recentemente foi uma pessoa do do Ministério da Saúde brasileiro para o Unaids em Moçambique para ajudar numa cooperação, então, foi um empréstimo de uma pessoa daqui do Brasil para passar cinco meses e ajudar a fazer uma estratégia em Moçambique um pouco espelhada na experiêncuia brasileira. Isso existe bastante e a gente quer inclusive aumentar esta cooperação”.

Ainda em mensagem sobre o Dia Mundial de Combate à Sida, o secretário-geral afirmou que líderes mundiais fizeram o compromisso de acabar com a doença até 2030.

*Apresentação: Denise Costa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud