Madagáscar decide replicar modelo brasileiro de alimentação escolar

10 novembro 2014

Segundo PMA, anúncio foi feito após série de reuniões com a agência e seu Centro de Excelência contra a Fome; objetivo do governo seria melhorar a alimentação escolar no país.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

De acordo com o Programa Mundial de Alimentação, PMA, o governo de Madagáscar anunciou que pretende reproduzir o modelo brasileiro de alimentação escolar.

O anúncio foi feito após série de reuniões com a agência e o Centro de Excelência contra a Fome do PMA.

Merendas

O diretor de currículo escolar do Ministério da Educação de Madagáscar, Denis Alexandre Lahiniriko, disse  a agências de notícias que “o objetivo é melhorar a alimentação escolar no país”. Ele acrescentou que o Brasil “tem experiência em alimentação escolar para populações vulneráveis”.

Segundo o PMA, as merendas escolares em Madagáscar são compostas por refeições com farinha enriquecida, milho e legumes. O objetivo do país seria agora  seguir o modelo brasileiro, que tem foco nos alunos, mas também nos agricultores para promover o mercado local e a agricultura familiar.

A agência afirma que já iniciou estratégia no sul da ilha, mas nem todas as crianças são assistidas. Das 24 mil escolas primárias públicas de Madagáscar, apenas 160 recebem apoio do governo para oferecer merenda escolar.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud