Agências de telecomunicações e internet juntas no combate ao ébola

3 novembro 2014

Objetivo é aumentar a eficácia das tecnologias de informação e comunicação, especialmente móvel e internet, para melhorar o preparo, alerta precoce e resposta ao vírus.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A União Internacional das Telecomunicações, UIT, a associação de operadores de telefonia móvel, Gsma, e a Sociedade da Internet, Isoc, declararam que estão a unir forças no combate ao ébola.

O anúncio foi feito durante conferência em Busan, na Coreia do Sul.

Comunicação

As três organizações vão unir as comunidades da internet e telecomunicação global para alavancar seu alcance. O objetivo seria aumentar a eficácia das tecnologias de informação e comunicação, especialmente móvel e internet, para melhorar o preparo, alerta precoce e resposta.

Segundo o secretário-geral da UIT, Hamadoun I. Touré, o setor é “fundamental para lidar com a ameaça do ébola”. Ele afirmou ainda que o “desafio imediato é garantir que barreiras regulatórias sejam removidas para facilitar o uso das telecomunicações com o propósito de salvar vidas”.

A agência da ONU já enviou terminais de satélite para apoiar as ações em curso e está a desenvolver novos aplicativos em cooperação e coordenação com a Organização Mundial da Saúde, OMS.

Segundo a UIT, combinar os recursos das três organizações facilitará a troca de conhecimento, ideias e ferramentas para aumentar sua acessibilidade à comunidade humanitária, operadores de telefonia móvel e o público em geral.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud