Mais de 60 feridos após conflitos em área próxima à Casa da ONU em Juba

28 outubro 2014

Capital do Sudão do Sul teve onda de violência no domingo; dois polícias  das Nações Unidas sofreram ferimentos ligeiros.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque. 

A Missão das Nações Unidas no Sudão do Sul, Unmiss, relatou confrontos ocorridos no domingo num centro de proteção a civis próximo à Casa da ONU na periferia da capital Juba.

Mais de 60 pessoas ficaram feridas durante o conflito, incluindo quatro civis em estado grave. Dois polícias armados da ONU sofreram ferimentos ligeiros.

Tumulto

Segundo a Unmiss, foi lançado gás lacrimogênio e disparados tiros de advertência com vista a colocar um fim ao tumulto. A situação foi controlada no fim da tarde de domingo.

A Missão está a investigar as causas do conflito e dois suspeitos foram detidos pela Polícia da ONU, sob suspeita de estimular a violência. Cerca de 11 mil civis recebem proteção da organização na área próxima ao incidente.

Em todo o país, são mais de 100 mil pessoas deslocadas que buscaram abrigo em locais de proteção de civis. Agências humanitárias já conseguiram alcançar 3,5 milhões de pessoas, entre as 3,8 milhões previstas para receber ajuda este ano.

Ainda são necessários US$ 637 milhões para operações de ajuda humanitária até o fim do ano, de acordo com as Nações Unidas.