Guterres aconselha reserva de mais espaço para refugiados no Sudão

23 outubro 2014

Chefe do Acnur terminou visita à nação que abriga mais 1 mil pessoas por semana; leste do país tem 90 mil refugiados em situação prolongada; acolhida decisão de Cartum de facilitar ação de agências humanitárias.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O alto comissário das Nações Unidas para Refugiados enfatizou a necessidade de um planeamento adequado para um possível aumento da população refugiada no Sudão.

António Guterres mencionou a necessidade de distribuir mais terras para os locais de acomodação e garantir um planeamento adequado. O país recebe cerca de 1 mil novos refugiados por semana.

Violência

Mais de 100 mil sul-sudaneses chegaram ao país desde que eclodiu a violência no país vizinho, em meados de dezembro passado.

Ao visitar o país, até esta quarta-feira, Guterres realçou a necessidade de atribuir aos sul-sudaneses um estatuto jurídico reconhecido. Para o registo e documentação, o Alto Comissariado para Refugiados, Acnur, declara-se pronto para apoiar o Governo de Cartum.

Situação Prolongada

Com a parceria também deviam ser encontradas soluções para os cerca de 90 mil refugiados em situação prolongada, que vivem durante décadas no leste do Sudão.

O Acnur indica que o número crescente de pessoas abrigadas pelo país “agrava ainda mais a a situação humanitária de todo o Sudão”. Somente em Darfur, mais de 400 mil pessoas foram deslocadas este ano, no que pressionou significativamente a prestação dos serviços humanitários.

Tráfico e Contrabando

Guterres visitou o Sudão com o enviado humanitário do secretário-geral, Abdullah al Matouq. Ambos saudaram o país por acolher a Conferência Regional da União Africana sobre Tráfico e Contrabando, além dos esforços internos para combater o fenómeno.

Os dois representantes expressaram a sua satisfação com o compromisso das autoridades sudanesas de “remover todos os obstáculos para o trabalho das organizações humanitárias no Sudão”.

Matouq frisou que as garantias são de extrema importância para melhorar a confiança dos doadores, necessário no que considerou de ambiente global de financiamento limitado.

*Apresentação: Denise Costa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud