União Europeia doa € 1 milhão ao Unicef para resposta ao ébola

10 outubro 2014

Financiamento permite aviões de carga a despachar suprimentos médicos para Libéria, Serra Leoa e Guiné Conacri; PMA lança novo serviço de operações logísticas e trabalha para fornecer comida a 1 milhão de pessoas.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Um avião de carga com 100 toneladas de suprimentos médicos saiu de Amsterdão, na Holanda esta sexta-feira, com destino a Serra Leoa. A ação é parte da resposta do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, ao surto de ébola que atinge África Ocidental.

Outros voos estão planeados para seguir em direção à Libéria e à Guiné Conacri, graças a uma doação de € 1 milhão feita pelo departamento de ajuda humanitária da Comissão Europeia, órgão executivo da União Europeia.

Luvas e Máscaras

Entre os itens enviados, estão máscaras, luvas, aventais, sacos plásticos, óculos de protecção, medicamentos e material de higiene. Até o momento, o Unicef já enviou mais de 912 toneladas de suprimentos para os países mais afectados pelo vírus ébola.

Também esta sexta-feira, o Programa Mundial de Alimentação, PMA, lançou um serviço de operações logísticas para ampliar sua capacidade de resposta ao surto nos três países.

Comida

As 12 novas bases de operação vão despachar equipamentos, tratar da capacidade de transporte e mobilizar 100 funcionários pela região, como engenheiros e profissionais de telecomunicação.

O PMA também continua a aumentar suas operações para fornecer comida a 1 milhão de pessoas afectadas pelo ébola na Libéria, Serra Leoa e Guiné Conacri.

Segundo a última atualização da Organização Mundial da Saúde, OMS, o vírus já matou mais de 4 mil pessoas, entre mais de 8,3 mil infetadas.