Ban participa de reunião com entidades financeiras sobre ébola

9 outubro 2014

Chefe da ONU está em Washington, onde encontrou-se com chefes do Banco Mundial e do FMI, entre outras entidades; esta sexta-feira, Assembleia Geral terá reunião em Nova Iorque.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU afirmou que uma resposta eficiente e urgente ao surto ébola é a melhor maneira de combater o medo da doença.

Ban fez a declaração num encontro, realizado esta quinta-feira, em Washington com representantes da ONU, do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional, FMI, entre outros.

Viaturas

O chefe da ONU disse que é preciso reforçar pelo menos em 20 vezes mais a mobilização de recursos para enfrentar o ébola. Ele citou equipamentos médicos, laboratórios móveis, helicópteros e viaturas, além de treinamento do pessoal da área de saúde.

A doença já matou quase 3900 pessoas e deixou mais de 8 mil infetadas.

Em seu discurso, ele lembrou que África Ocidental, a região mais afetada pelo ébola, está com medo. Mas para Ban, o mundo também teme a doença.

Coragem

Há 10 dias, o secretário-geral dirigiu uma reunião de alto nível sobre o ébola com líderes internacionais na sede da ONU. Entre eles, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

O objetivo da comunidade internacional é conter o surto, tratar dos doentes, providenciar serviços a quem precisa, preservar a estabilidade e evitar que o ébola entre em outros países.

Ban Ki-moon elogiou a verba e o empréstimo de US$ 400 milhões. O dinheiro irá para os três países mais afetados pelo ebola: Libéria, Serra Leoa e Guiné Conacri.

O chefe das Nações Unidas reconheceu a coragem de vários profissionais de saúde e de apoio aos povos dos três países africanos. Ban disse que a situação ainda vai piorar antes melhorar, e afirmou que os casos de contaminação estão subindo com rapidez.

Nesta sexta-feira, a Assembleia Geral da ONU realizará um encontro especial para debater a resposta ao ébola.

É a segunda reunião dos países membros sobre o tema nas últimas duas semanas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud