Entrevistas: Angolanos e a vida nos musseques

6 outubro 2014

Moradores da periferia da capital angolana, Luanda, expressam a sua visão em relação à vida em assentamentos informais. As entrevistas foram feitas pela Rádio ONU para marcar o Dia Mundial do Habitat, assinalado neste 6 de outubro.

Albertina Dias é mãe de 8 filhos e vive na zona do Rocha Pinto, na periferia da principal cidade de Angola.

Inácio Simão, um jovem taxista, vulgo candongueiro, é residente  do Gamek, outro bairro suburbano da capital angolana.

Acompanhe as conversas com Herculano Coroado.

Tempo total: 3’21”

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud