ONU diz que lixo plástico causa danos de US$ 13 bilhões aos oceanos
BR

3 outubro 2014

Cientistas e representantes de governos fizeram o alerta na 16ª Reunião Global da Convenção Regional dos Mares realizada em Atenas; grupo debateu também Plano de Ação para combater o problema.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Cientistas e representantes de governos afirmaram que o lixo plástico despejado nos oceanos e mares pode causar danos de US$ 13 bilhões, o equivalente a mais de R$ 32 bilhões, à vida marinha.

O alerta foi feito, nesta segunda-feira, ao final da 16ª Reunião Global da Convenção Regional dos Mares e dos Planos de Ação, realizada em Atenas, na Grécia.

Desafio

Os participantes disseram que o acúmulo contínuo de lixo nos oceanos representa um tremendo desafio e uma ameaça crescente aos ecossistemas marinhos do planeta e com possíveis consequências socioeconômicas.

A coordenadora do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, Jacqueline Alder, elogiou a criação de um “mapa visionário” que busca criar um caminho para a boa governança dos mares.

O plano para as próximas décadas tem como foco áreas de extração de bens naturais, impactos causados pela mudança climática, acidificação dos oceanos e poluição.

O encontro em Atenas gerou um acordo amplo entre os especialistas em relação aos pequenos pedaços de plástico, com menos de 1 milímetro, mas que causam grandes impactos físicos e biológicos nos ecossistemas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud