Ban condena ataques que mataram pelo menos 30 crianças na Síria
BR

2 outubro 2014

Explosões ocorreram na cidade de Homs na quarta-feira; secretário-geral reiterou pedido a todas as partes do conflito que interrompam “o uso indiscriminado de armas imediatamente”. 

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU condenou com veemência os ataques com bombas em Homs, na Síria, na quarta-feira.

Agências de notícias informaram que pelo menos 39 pessoas morreram entre elas 30 alunos com idades entre seis e nove anos.

Apelo

Em nota, Ban Ki-moon reiterou seu pedido a todas as partes do conflito que interrompam “o uso indiscriminado de quaisquer armas imediatamente” e deu pêsames às famílias das vítimas.

O chefe da ONU apelou a todos os sírios e atores regionais e internacionais que redobrem seus esforços para pôr um fim ao que chamou de  “terrível” conflito. Para Ban, o passo é necessário para se alcançar uma solução política.

Escola

De acordo com agências de notícias, as duas explosões ocorreram quando as crianças estavam saindo da escola primária Ekremah al-Makhzoumi em Homs.

Em nota, a representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, na Síria, Hanaa Singer, chamou o ataque de um “ato desprezível contra crianças inocentes”.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud