Cabo Verde vai receber fundos da União Europeia para energia renovável

23 setembro 2014

Acordo será assinado durante Cimeira do Clima; países europeus apoiam iniciativa Energia Sustentável para Todos e comprometem-se com 3,3 mil milhões de euros para garantir serviço a 500 milhões de pessoas.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A União Europeia e os Estados Unidos firmaram esta segunda-feira uma  cooperação com a iniciativa  da ONU “Energia Sustentável para Todos”. A proposta é reduzir pela metade o total de 1,3 mil milhão de pessoas no mundo que não têm acesso a fontes de energia.

Outros 2,6 mil milhões dependem de madeira, carvão e outros combustíveis sólidos para cozinhar e aquecer suas casas. Durante a divulgação da parceria, em Nova Iorque, o comissário europeu para o desenvolvimento disse que os países do bloco vão investir inicialmente 3,3 mil milhões de euros.

Nações Africanas

Andris Piebalgs contou que a União Europeia quer ajudar países em desenvolvimento a fornecer energia para 500 milhões de pessoas até 2030.

O comissário anunciou ainda que Cabo Verde será um dos primeiros países do mundo a obter todos os seus serviços de energia por meio de fontes renováveis.

Uma declaração será assinada esta terça-feira entre União Europeia, Cabo Verde, Côte d’Ivoire, ou Costa do Marfim, Libéria, Togo e Ruanda durante a Cimeira do Clima da ONU.

Já o secretário-geral para a iniciativa Energia Sustentável para Todos, Kandeh Yumkella, citou um plano conjunto do Bank of America, do Banco Mundial e do Banco Nacional de Desenvolvimento do Brasil para levantar US$ 120 mil milhões em investimentos adicionais para o fim da pobreza energética.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud