ONU realça envolvimento de jovens no Dia Internacional da Democracia

15 setembro 2014

Uso de redes sociais é considerado uma marca do grupo na construção democrática em formas não tradicionais; data foi proclamada pela Assembleia Geral em 2007.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas assinalam, neste 15 de setembro, o Dia Internacional da Democracia. O realçe é dado aos desafios e oportunidades de jovens envolvidos em processos democráticos.

O lema deste ano é “Envolvendo os Jovens na Democracia”, em tradução livre. Em nota, a organização lembra que um quinto dos habitantes do mundo tem idades entre 15 e 25 anos.

Desenvolvimento

Em vários países em desenvolvimento, essa proporção é considerada ainda maior estando a maioria deles em países de baixa e média renda.

De acordo com a ONU, regista-se uma queda da confiança de jovens na política com a diminuição dos níveis da sua participação em eleições, partidos políticos e organizações sociais tradicionais no mundo. O fenómeno é observado em democracias estabelecidas e emergentes.

Ao mesmo tempo, a organização  revela haver um aumento de movimentos informais de mudança democrática liderados por jovens, incluindo  em estados frágeis.

Redes Sociais

O uso de canais de comunicação nas redes sociais é para a ONU “uma marca dos jovens na construção da democracia em formas não tradicionais.”

A hastag #DemocracyDay foi criada para marcar a data, proclamada em 2007 por uma resolução da Assembleia Geral. O documento incentiva os governos a reforçarem os programas nacionais dedicados à promoção e à consolidação da democracia.