Entrevista: Catarina de Albuquerque

11 setembro 2014

A relatora especial da ONU sobre o Direito à Água e Saneamento disse que o Brasil tem centenas de milhões de dólares para milhares de prefeituras mas enfrenta dificuldades para beneficiar aos mais esquecidos. O caso do país foi apresentado no Conselho de Direitos Humanos.

Falando à Rádio ONU, de Genebra, Catarina de Albuquerque recomendou medidas para que o dinheiro chegue aos municípios que carecem de recursos para melhorar a situação.

O caso da Jordânia, o terceiro país com menos água do mundo, foi usado para ilustrar exemplos para nações de língua portuguesa.

A especialista considerou inaceitável que as pessoas deixem de ter àgua ou paguem mais caro para ter acesso ao produto em relação a grandes consumidores da agricultura, da indústria e do turismo.

A reciclagem da água e o livro a ser lançado pela entrevistada para servir de guia para melhorar o acesso à água e saneamento em vários países também são abordados na conversa.

Acompanhe a entrevista com Eleutério Guevane.

Tempo total: 8’45”

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud