ONU pede libertação de ativista que tentava visitar o pai no Barein
BR

5 setembro 2014

Maryam Al-Khawaja, 27 anos, está detida desde 30 de agosto, acusada de atacar um policial; ela é filha do também ativista Abdulhadi Abdulla Hubail al-Khawaja, em prisão perpétua desde 2011 no país árabe, do sudoeste da Ásia.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Um grupo de especialistas de Direitos Humanos da ONU pediu ao governo do Barein que liberte a ativista Maryam Al-Khawaja, detida em 30 de agosto, acusada de atacar um policial.

Al-Khawaja foi presa quando tentava visitar o pai, Abdulhadi Al-Khawaja, que também é ativista e cumpre pena de prisão perpétua desde 2011 no país. Desde então, vários especialistas da ONU já pediram a sua libertação.

Passaporte dinamarquês

Ela foi detida no aeroporto internacional de Barein quando chegava de viagem. A ativista foi levada para a prisão feminina de Isa Town e seu passaporte dinamarquês foi confiscado pelas autoridades locais.

Além disso, a justiça impediu que Al-Khawaja tenha acesso a um advogado.

Os especialistas da ONU disseram que a “prisão e as acusações contra Maryam são profundamente preocupantes”. Eles afirmaram que “na ausência de provas concretas, o governo do Barein deve adotar medidas imediatas para libertar a ativista”.

Direitos humanos

Segundo os representantes independentes, “a prisão de membros da sociedade civil que buscam contribuir para a promoção e proteção dos Direitos Humanos é inaceitável”.

Para eles, “os defensores desempenham uma função chave para fazer com que os Estados implementem as obrigações em relação aos direitos humanos”.

Os especialistas querem que o Barein implemente imediatamente as recomendações feitas pela Comissão Independente de Inquérito e também da Revisão Universal Periódica sobre o país.

O objetivo é garantir a proteção de todos os defensores dos direitos humanos e permitir que eles realizem seus trabalhos de forma pacífica e livre de intimidações e perseguições.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud