Perspectiva Global Reportagens Humanas

Unctad defende tratamento especial para pequenos países-ilha

Cabo Verde. Foto: ONU

Unctad defende tratamento especial para pequenos países-ilha

Agência da ONU quer respostas para os problemas específicos do grupo; Cabo Verde citado como caso de graduado para nação de rendimento médio a merecer atenção na resiliência e produção.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A Conferência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento Unctad, quer que os pequenos Estados insulares em desenvolvimento tenham um tratamento especial quanto à assistência internacional.

A agência pretende que sejam possíveis respostas direccionadas aos problemas dos chamados pequenos países-ilha.

Cabo Verde

A Unctad mencionou Cabo Verde como um dos que deixaram de fazer parte dos países menos desenvolvidos, juntamente com as Maldivas e Samoa.

Para a agência, graduar para nação de rendimento médio não será questão simples até que esteja claro o que o mundo está disposto a fazer para ajudar a situação dos pequenos Estados insulares no novo estatuto.

Líderes

O primeiro-ministro cabo-verdiano, José Maria Neves, participou num encontro paralelo sobre os recém-graduados nesta quarta-feira na Conferência da ONU sobre Sids, em Samoa. Os líderes reconheceram que apesar da ascensão não deixaram de ser nações em desenvolvimento.

A Unctad afirma que pretende ajudar os Sids a criar as melhores condições possíveis para a construção da resiliência, com um melhor desenvolvimento das capacidades produtivas.

Além de apoiar no seu processo de graduação, a Unctad presta assistência ao desenvolvimento das indústrias culturais ou criativas e no comércio e ligação entre agricultura orgânica e turismo.

O auxílio também envolve a revisões das exportações e a implantação de sistemas de transporte sustentáveis e resilientes.

*Apresentação: Denise Costa.