Comboio humanitário do PMA leva alimentos a Gaza por fronteira com Egito
BR

27 agosto 2014

Esta é a primeira vez que agência usa a passagem desde 2007; carregamento leva comida suficiente para cerca de 150 mil pessoas por cinco dias.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

Pela primeira vez desde 2007, um comboio humanitário do Programa Mundial de Alimentos, PMA, atravessou do Egito para a Faixa de Gaza nesta quarta-feira.

O comboio de 18 caminhões continha comida suficiente para cerca de 150 mil pessoas por cinco dias.

Passagem

Depois de uma viagem de sete horas pela península do Sinai, o carregamento do PMA chegou à passagem de Rafah. Um segundo comboio está sendo esperado para os próximos dias. Esta é a primeira vez que a agência usou esta passagem desde o início do bloqueio a Gaza em 2007.

O diretor regional do PMA para o Oriente Médio, Norte da África, Ásia Central e Leste da Europa, Mohamed Diab, disse que é “extremamente importante ter acesso à Faixa de Gaza por diferentes rotas, incluindo a passagem de Rafah”.

Segundo ele, o objetivo é “garantir o fluxo constante de suprimentos de emergência para responder às crescentes necessidades das pessoas afetadas pela violência recente”.

Diab agradeceu ao governo do Egito por abrir a passagem de Rafah e permitir que a agência adquirisse alimentos no país.

Emergência

Desde o começo do conflito no início de julho, o PMA tem fornecido ajuda emergencial diária para até 350 mil deslocados em Gaza e alcançou mais de 120 mil com vouchers de emergência.

Segundo a agência, ela precisa de cerca de US$ 70 milhões, em torno de R$ 158 milhões, para sua resposta humanitária em Gaza por um período de três meses.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud