Quénia lança plano de prevenção do HIV com apoio do Onusida

25 agosto 2014

Governo tem como meta alcançar nível de zero infecções do vírus no país; calcula-se que 1,6 milhão de pessoas estavam a viver com HIV no Quénia no ano passado e nação registou 100 mil novos casos no mesmo período.

Edgard Júnior, da Radio ONU em Nova Iorque.

O Quénia lançou plano de prevenção contra o HIV, que contou com o apoio do Programa Conjunto da ONU sobre HIV/Sida, Onusida.

O programa foi desenvolvido pelo Ministério da Saúde queniano e tem como objetivo alcançar nível zero de novas contaminações com o vírus que pode causar sida.

O secretário de Saúde do país, James Macharia, afirmou que o plano tem como base o papel de liderança do Quénia no processo de resposta global ao HIV.

Além disso, Macharia diz que a iniciativa oferece um novo projeto para o futuro e um novo modelo para os esforços dos outros países no combate ao vírus.

Infecções

Segundo dados oficiais, calcula-se que em 2013 o país tinha 1,6 milhões de pessoas vivendo com o HIV e registou 92 mil mortes a menos causadas em decorrência da sida em comparação a 2005.

As autoridades estão a afirmar que apesar dos números de infecções anuais terem diminuído em 20 mil entre 2005 e 2013, o país registou 100 mil novos casos no ano passado.

O plano tem como meta apoiar e coordenar campanhas dirigidas a reduzir o número de novas infecções no Quénia. Citando alvos ambiciosos e alcançáveis, ele abre o caminho para que o país haja de uma forma ampla contra o HIV.

Segundo as autoridades, a ação queniana vai passar de uma resposta específica para uma operação mais abrangente que inclui programas de HIV biomédicos, comportamentais e estruturais que visam atingir as populações de maior risco.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud